Cidadania, Efemérides

27 de janeiro, Dia da Memória das vítimas do Holocausto

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Tulio Bertorini (tbertor1), CC BY-SA 2.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0, via Wikimedia Commons

No dia 27 de janeiro recordamos a libertação do campo de concentração nazi de Auschwitz-Birkenau, em 1945.«Jamais deveremos esquecer o destino de milhões de judeus», declarou Ursula von der Leyen. Neste sentido, associámo-nos ao espírito deste dia e assinalámo-lo com uma exposição de cartazes sobre Aristides de Sousa Mendes e alguns livros de Literatura e de História referentes a esta época. Foi projetado um filme alusivo à temática: “A Vida é Bela” (1997), de Roberto Benigni . A Palestra do Dr. Ricardo Presumido da Memoshoá, foi adiada uma semana, por motivos imprevistos.

Advertisement
Eventos

Fazer sentido a partir dos Biossinais: Aprendizagem Automática aplicada à Engenharia Biomédica, pelo investigador da FCT, Prof. Doutor Hugo Gamboa

No dia 26 de janeiro, assistimos a uma palestra, no Auditório José Saramago, em que o Prof. Doutor Hugo Gamboa nos esclareceu sobre a exploração dos sinais que se podem medir no nosso corpo, fazendo algumas experiências de recolha e identificação, assim como treino de algoritmos para avaliar o nosso estado de saúde, como somos e até quem somos. Na sessão os biossinais cardíacos foram medidos à aluna do 12.º C, Carolina

Sem categoria

Cientificamente Provável

Está em curso a 5.ªedição do Projeto Cientificamente Provável, da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE). A nossa Biblioteca estabeleceu contacto com a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa (NOVA School of Science and Technology), em função das áreas científicas e da relativa proximidade geográfica.

Assim, o Laboratório de Instrumentação, Engenharia Biomédica e Física da Radiação (LIBPhys-NOVA) proporcionará contacto próximo entre os investigadores universitários e as turmas do secundário da nossa Escola.

A Física na Arte e na Medicina, por Sofia Pessanha

Esta palestra dirigida às turmas do 12.ºde Física e de Artes (12.º A, B e G) pretendeu ilustrar a importância de conceitos de Física na espetroscopia e suas aplicações multidisciplinares. Foram apresentados exemplos de aplicações ao estudo de objetos de importância artística para o conhecimento da Arte e Património Cultural e o desenvolvimento de sistemas para investigação biomédica, nomeadamente, no diagnóstico de doenças e avaliação de tratamentos.

Sem categoria

O NATAL NA BIBLIOTECA DU BOCAGE

Para celebrar o Natal, reunimos um conjunto de obras alusivas ao Natal, como “O Cavaleiro da Dinamarca”, “Noite de Natal”; “Uma Aventura nas Férias do Natal”; “Depois do Natal”; “Mulherzinhas”, entre outros, para divulgarmos alguns livros alusivos à quadra e, simultaneamente, motivar para a leitura.

O Clube de Leitura e de Escrita da Escola Secundária du Bocage promoveu a leitura de poemas de Natal pelas salas de aula, oferecendo um a cada turma visitada.

A Festa de Natal da Biblioteca da Escola Secundária du Bocage e do Clube de Leitura e de Escrita aconteceu no último dia de aulas. Foi um presente à Escola e às turmas convidadas: 8º A e C e o 7.º F e G. Os momentos musicais podem ser revistos no canal YouTube da Biblioteca aqui, ali, acolá e mais ali.

Sem categoria

Atribuição do Prémio à aluna Sofia Doutel Coelho, vencedora dos “Clássicos em Rede” (edição de 2022)

No dia 15 de dezembro, a aluna Sofia Doutel Coelho, atualmente no 8º ano, premiada nas Olimpíadas da Cultura Clássica, edição de 2021-22, recebeu das mãos da senhora diretora, Raquel Polainas, o certificado e o prémio enviados pela organização.
Estiveram presentes na cerimónia, que decorreu na Biblioteca da Escola, os pais da aluna, as professoras Susana Pereira e Ana Paula Rosa, responsáveis pelo Clube de Latim e pela preparação dos alunos para os desafios e ainda a professora bibliotecária, Ana Luzia Batista. 
A organização da Rede de Bibliotecas escolares (RBE) elogiou, num mail enviado para a escola, «a grande dedicação da aluna Sofia Doutel a estas Olimpíadas, uma vez que, além do prémio recebido na categoria escultura / instalação, participou também na escrita – e com uma prestação de grande qualidade, já que o seu trabalho, embora não tenha ficado entre os 3 premiados, ficou entre um pequeno grupo de textos finalistas, dos quais o júri extraiu os 3 vencedores» e felicitou redobradamente a aluna.
Entretanto, abriu a inscrição nas Olimpíadas 2022-23, nas quais a escola participará novamente.

Sem categoria

O Espaço… para o infinito e mais além

Realizou-se no dia 14 de dezembro a palestra “Espaço … para o Infinito e mais além”, orientada pelo professor e investigador Pedro Abreu, através da iniciativa “O Espaço vai à Escola”, dirigida às turmas 11º A, B, C e D. Nesta iniciativa, dinamizada pela ESA (European Space Agency), através do projeto ESERO Portugal (European Space Education Resource Office) e em parceria com a Agência Ciência Viva, cientistas e engenheiros visitam as escolas no âmbito da Semana Mundial do Espaço.

Nesta conferência, o professor Pedro Abreu referiu a evolução da visão do Homem sobre o conhecimento do Universo ao longo do tempo, do infinitamente grande ao infinitamente pequeno e deixou-nos grandes questões sobre o futuro do conhecimento do Universo!

Foi um privilégio a visita do professor Pedro Abreu à nossa escola e foi certamente inspirador para quem quer prosseguir os estudos na área de Ciências!

O Professor Pedro Abreu responde às questões da aluna Heloísa Sikler, do 9.º A, no final da palestra. (Da esquerda para a direita: Professor Pedro Abreu, Professores Manuela Silva, Paulo Quintino, a Heloísa e a Professora Luísa Abreu.

Na palestra foi-nos dito como e quando a humanidade começou a questionar o que era o universo que a rodeava, a evolução desse pensamento e de um maior conhecimento com a evolução tecnológica.

Aristóteles (384 d.C. a 322 d.C.), para refutar a crença da época que todo o universo era formado pelos quatro elementos, água, fogo, ar e terra, afirmava que caso a Lua fosse feita de qualquer um desses elementos ela seria atraída pela terra, por isso ela devia ser formada por outro elemento, ao qual ele chamou “quintessência” ou de “éter”.

Copérnico (1473 –1543) levantou a questão de a Terra não estar no centro do universo, o que alterava toda a visão da época, já que, por exemplo, a religião e a filosofia se baseavam no princípio de que Deus havia feito a Terra para ser o centro. Isso levantava questões, como o facto de poder haver outros planetas criados por Deus. Um facto curioso é que o livro, no qual Copérnico afirma não ser possível a Terra estar no centro do universo, foi lançado após a sua morte para não ser perseguido pela igreja.

No século XVII, René Descartes cria o método cartesiano, que se baseia no facto de só se poder dizer que existe aquilo que pode ser provado, sendo o ato de duvidar indubitável.

No ramo da química, o professor falou-nos sobre átomos. A palavra “átomo” vem do grego, a=não, tomo=divisão, e significa “algo que não pode ser cortado”, pois acreditava-se que os átomos eram indivisíveis. Porém, como sabemos hoje, ele é divisível, já que é composto por protão, neutrão, eletrão, núcleo, níveis, subníveis e orbitais.

Infelizmente, não poderei falar de tudo o que foi dito durante a palestra, mas posso dizer que gostei muito e a minha curiosidade sobre a física só aumentou.

Sempre gostei muito de astrofísica, sendo uma das principais razões todo o mistério que envolve o universo: como ele foi criado ou o que era antes do big-bang. Há muitas outras questões que sempre me intrigaram, e saber que já há algumas respostas é fundamental para manter o interesse por estas áreas.

Heloísa Sikler, 9.º A

Sem categoria

Dia Internacional dos Direitos Humanos

Em articulação com os professores de Inglês, Etelvina Gaspar, Luísa Abreu e Pedro Ferreira, o de Economia Política, Henriqueta Sousa, de Filosofia, Cláudia Marques e de Geografia, Ilda Machado, as turmas desenvolveram atividades sobre os Direitos Humanos, que culminaram com a Palestra de Matia Losego, da Amnistia Internacional, no Auditório José Saramago, no dia 12 de dezembro, para as turmas 10.º D e E e 12.ºF.

Eventos

Literacia do Medicamento

No dia 9 de dezembro, o Prof. Doutor André Coelho, investigador no campo das Ciências Farmacêuticas, veio falar às turmas do 11.º ano ( A, B, C e D), no Auditório José Saramago, sobre a literacia do medicamento. A temática abordada foi do agrado dos alunos, que participaram ativamente na apresentação. O Palestrante voltará à nossa Escola aquando da Semana das Ciências (27 de fevereiro a 3 de março).

Eventos

Feira do Livro

Na segunda semana de dezembro, a Biblioteca apresentou uma Feira do Livro à comunidade com o objetivos de proporcionar o contacto com as novidades editoriais e divulgar o livro e a leitura. Esta atividade contou com o apoio do Pato Lógico Editores e da Culsete, uma das mais antigas livrarias de Setúbal.

Sem categoria

Dia Nacional da Cultura Científica

A Escola Secundária du Bocage, a partir da sua Biblioteca e do Clube de Ciência Viva, promoveram atividades com os alunos sobre o dia Nacional da Cultura Científica que se celebra no dia do nascimento de Rómulo de Carvalho, a 24 de novembro.

Exposição bibliográfica

Para divulgar a cultura científica, a BE promove uma exposição bibliográfica com parte da coleção, da classe 5, referente aos livros de Ciências Naturais, de Físico-Químicas e de Matemática à disposição do público escolar para requisição.

Divulgação de poemas de António Gedeão

Rómulo de Carvalho (n.24 de novembro de 1906 e f. 9 de fevereiro de 1997) para além de ter sido cientista, foi escritor e poeta, assumindo o pseudónimo de António Gedeão. Alguns elementos do clube de Leitura e Escrita: a Bárbara Bárbara; a Clara São Pedro; o Gonçalo Cruz e a Laura Grosso levaram alguns poemas às turmas da escola, que podem ser vistos no canal YouTube da BE, aqui, aqui e ali.

Jogos Matemáticos

As professoras Ana Gonçalves, Lúcia Galvão e Gabriela Costa levaram as algumas das suas turmas à BE para participar nos jogos matemáticos que consistiu na demonstração pelos alunos mais experientes aos que ainda não conheciam estes jogos. Estes jogos fazem parte de um grande conjunto de atividades que ajudam a desenvolver a capacidade de abstração e de raciocínio. Foi uma manhã divertida!

A BE, no seu espaço destinado à visualização de media, ligou-se ao evento online, entre as 14:30 e as 18:00, que foi promovido pela Casa das Ciências e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Este evento online consistiu em palestras de Fernando Tavares, José Carlos Santos, Miguel Zilhão e Nuno Pimentel.

Sem categoria

Centenário de José Saramago

A Escola, através da sua Biblioteca, associou-se à celebração do Centenário de José Saramago, que faria 100 anos no dia 16 de Novembro, com a exposição “Voltar aos passos que foram dados“, obtida com a parceria da Fundação José Saramago , aberta à comunidade, entre as 17:40 e as 18:30, de 2.ª à 6.ª feira.

Leituras centenárias

Pelas 10:00, do dia 16 de novembro, 100 escolas participaram nas Leituras Centenárias, promovidas pela Fundação José Saramago, com a leitura de uma das obras trabalhadas pelos alunos do 12.º ano. Assim, um excerto do “Memorial do Convento” foi lido por três alunas do Clube de Leitura e Escrita: a Carolina Unas, a Catarina Pardal e a Laura Grosso. A operadora de câmara foi a Clara São Pedro. Para assistir, clique aqui

As peculiaridades de Saramago – Palestra

No dia 17 de novembro, a Dra. Manuela Palma Rodrigues veio partilhar os seus conhecimentos sobre as “Peculiaridades na vida e obra de Saramago“. Assistiram a esta palestra as turmas 10.º H, 12.º B e 12.º H, no Auditório José Saramago.

A Exposição “Voltar aos passos que foram dados”, pela Dra. Fernanda Costa

Uma das curadoras da exposição patente na Biblioteca, a Dra. Fernanda Costa, esteve na nossa Escola para contextualizar a exposição e falar da vida e obra de José Saramago com as turmas 12.º C e G. No fim da sessão, houve uma leitura de um excerto do “Memorial do Convento” pelas aluna Laura Grosso e professora Carla Canelas.

Uma carta a Saramago, por uma aluna

Meu caro José Saramago,

                Em tantos anos da minha vida escrever-te foi algo que provavelmente nunca pensei fazer. Já viste? Tu, um aclamado escritor português conhecido mundialmente, e eu, uma adolescente cujas preocupações não passam de meros episódios do quotidiano. Nada mais faço, além de passar o dia a ler debaixo de um cobertor, e, no entanto, parece que hoje senti esta urgência de me levantar e escrever-te esta carta.

                Provavelmente a minha escrita não é a melhor. Compará-la com a tua, deve assemelhar-se a comparar um rato com um elefante, um feto com uma macieira, uma pequena pepita de ouro com uma mina carregada dele. Será que faz sentido escrever-te, se qualquer coisa que escreva não se aproximar sequer dos teus calcanhares? Não sei. Provavelmente deveria, mas não sei.

                Realmente, esta necessidade impetuosa de comunicar contigo parece um pouco estranha em mim. Pensava que era provavelmente a pessoa mais vulgar à face da Terra, mas hoje, hoje foi diferente. Ainda assim, não compreendo. Porquê? Porquê escrever-te se nunca terás oportunidade de ler o que quer que seja? A ânsia que mo levou a fazer obrigou-me a um esforço que no fim de tudo é em vão. Quando esta carta estiver escrita, vai ser dobrada e guardada dentro de uma gaveta ou um livro velho. Vai ser esquecida, e aquilo que te quis dizer vai ficar perdido para sempre.  Valerá mesmo a pena?

Atenciosamente,

Clara

CONCURSOS, Eventos

Concurso Nacional de Leitura

Foi lançado o Concurso Nacional de Leitura, para o 3.º Ciclo e Secundário, que tem como objetivo principal estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. Decorre em três fases consecutivas:

Fase Escolar / Municipal – Engloba as provas nas escolas/agrupamentos e nos municípios.

Fase Intermunicipal – Esta fase congrega os vencedores selecionados em cada um dos municípios para a realização de provas nas Comunidades Intermunicipais ou Áreas Metropolitanas.

Fase Nacional – conta com a participação de todos os parceiros e é constituída por: Prova escrita de pré-seleção online; Prova de vídeo; Prova oral de palco.

Os livros escolhidos para os nossos alunos são os seguintes:

A inscrição pode ser feita na Biblioteca até dia 18 de novembro.

Eventos

Laboratório de História

Atividade, organizada no âmbito do Laboratório de História, a realizar no próximo dia 9 de novembro. Participarão as turmas 9ºA e 9ºD.

Sem categoria

Dia Mundial da Alimentação

Para a evocação do Dia Mundial da Alimentação, que se comemora no dia 16 de outubro, o Professor Nuno Leal propôs aos alunos do 9.º ano (turmas A, C, D, E e G), a realização de pesquisas sobre os alimentos, no âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento e do Projeto Educação para a Saúde (PES), em articulação com a Biblioteca Escolar. Para complementar o trabalho realizado pelos alunos, são apresentados, numa breve exposição, alguns títulos sobre a temática que podem requisitados pela comunidade escolar. Os alunos do 7.º ano de escolaridade participaram num peddy-ypaper alusivo ao tema, pelos vários espaços da escola. A Escola agradece ao professor aposentado, Fernando Afonso, a colaboração nesta atividade.

Dia Internacional da Geodiversidade

No âmbito da celebração do Dia Internacional da Geodiversidade, a Biblioteca escolar associou-se ao grupo disciplinar de Biologia e Geologia para abordar a geodiversidade. Dirigido à comunidade, a evocação do dia contou com a exposição de cartazes alusivos à utilização de vários materiais geológicos, a exposição de fósseis e de rochas, a exposição bibliográfica alusiva ao tema e, por fim, a feira de fósseis e de minerais diversos.

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

A Biblioteca da Escola associa-se à Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) para assinalar o MIBE. Por isso, em outubro, desenvolvem-se várias atividades em estreita colaboração com os vários grupos disciplinares e com os projetos da Escola.

Cidadania, Efemérides

Implantação da República

A implantação da República, no dia 5 de outubro de 1910 – exposição

A Biblioteca da Escola apresenta uma exposição de (12) cartazes sobre os acontecimentos que levaram à implantação da República em Portugal, bem como uma exposição bibliográfica sobre o tema destinadas à comunidade escolar, especialmente para as turmas do 9.º ano de escolaridade, que abordam este tema na disciplina de História. A propósito deste tema, o Clube de Debate, dinamizado pelos alunos Fernanda Mesquita e Nuno Calado, do 12.º H, promoverá a discussão “Monarquia ou República”, no Auditório José Saramago, na próxima semana.

Efemérides

CENTENÁRIO DE AGUSTINA BESSA-LUÍS, n. 15-10-1922

A Biblioteca da Escola associa-se às comemorações do Centenário de Agustina Bessa-Luís. Para assistir ao documentário (5 min.) realizado por Mário Augusto, clique na imagem.

Sem categoria

A CineMar – 2.ª Mostra de Cinema Português de Relação com o Mar na Biblioteca da Escola

A Escola Secundária du Bocage, através da sua Biblioteca, associou-se ao Plano Nacional de Cinema (PNC) na 2.ª Mostra de Cinema Português de Relação com o Mar (Portugal/ Estados Unidos) -a CineMar entre os dias 24 e 30 de setembro. O PNC pretende “através do cinema, proporcionar uma reflexão sobre a nossa relação com o mar, lugar de reflexão, imaginação, questionamento, modos de perceção e formas possíveis de ação, sensibilizando igualmente para a sua importância como fonte de ligação entre as culturas e especificamente para a forte cultura atlântica que une os dois países.”

As turmas 10.º B, C, e E e o 11.º H, acompanhadas pelos respetivos professores, tiveram a oportunidade de assistir ao documentário The Plastic HikeA Journey of Awareness, de Carolina Semrau e Augusto Lima. Sinopse: “Durante o verão de 2020, a CameraWithNoName acompanhou e filmou a caminhada do The Trash Traveler ao longo da costa de Portugal para criar um documentário com o objetivo de consciencializar sobre a poluição causada pelo plástico e dar voz à comunidade de ONG, iniciativas e ambientalistas que trabalham em Portugal.”

Sobre o documentário – The Plastic Hike de Carolina Semrau e Augusto Lima (2021)

Opinião de uma aluna sobre o documentário:
Este documentário tem como tema principal algo muito debatido nos dias de hoje: o plástico nos oceanos. Hoje em dia, é difícil encontrar produtos que não estejam revestidos por plástico ou que tenham plástico na sua composição e isso é, em parte, nossa culpa ou, por outras palavras,, por culpa do consumidor que fez aumentar a procura de produtos extremamente poluentes e, para além disso, descartáveis. O documentário procurou apelar a isso mesmo – a que as pessoas diminuíssem o consumo de produtos que durem pouco, já que consumimos atualmente 3 vezes mais os recursos da Terra, sendo que, no futuro, fará com que as gerações futuras não tenham acesso à vida que temos hoje.
Além disso, uma das pessoas entrevistadas acredita que é tarde para recuperarmos o planeta ,ou seja, está descrente de que qualquer das nossas pequenas ações possa fazer a diferença.
Na minha opinião, de facto, temos o tempo contado se queremos que as coisas mudem, mas existem provas de que os nossos gestos fazem diferença. No entanto, o facto é que as grandes diferenças podem não vir de nós, mas sim dos governos ou grandes empresas. Somos nós que temos o poder de os promover e, se realmente queremos que as coisas mudem, teremos de fazer algo para que isso aconteça, sem nos desculpamos com as ações coletivas de todos os outros, e isso pode passar tanto por mudar mentalidades, como mudar comportamentos ,tais como usar garrafas de água reutilizáveis, não usar palhinhas plástico, por exemplo.
Sim, talvez uma pessoa não faça diferença significativa, mas se o conhecimento e a gravidade desta situação chegassem a todas as nações, se as pessoas com poder, com voz e visibilidade se dessem ao trabalho de falar e partilhar este assunto, se nos uníssemos como sociedade que somos, como uma só voz ao invés de vozes individuais, talvez as coisas mudassem. Acredito que aquilo que nós damos, recebemos de volta e há que manter a esperança e continuar a lutar por aquilo que acreditamos, deixar de lado as nossas diferenças, crenças e hábitos antigos e preservar a razão porque todos nos encontramos aqui: a natureza! Sofia Caetano nº 27, 10.º B

Outras ideias/frases sobre o documentário, após reflexão em sala de aula com a Professora Sara Rodrigues:

  • Das escolhas de cada um de nós depende o futuro de todos.
  • Uma pequena iniciativa pode mudar muita coisa.
  • A saúde do planeta depende de ti/ de nós.
  • As nossas escolhas de consumo importam/ fazem a diferença.


Efemérides, Exposições

A Evocação do dia do poeta Bocage na Biblioteca

No dia 16 de setembro, os alunos do 7.º ano passaram pela Biblioteca da Escola, integrando as atividades de receção às turmas do 7.º ano.
Nessa ocasião, deu-se a conhecer o acervo relativo ao poeta que dá o nome à nossa Escola, José Maria Barbosa du Bocage, nascido em Setúbal em 15 de setembro de 1765.

Exposições, Sem categoria

Exposição na Casa da Cultura

Exposição de trabalhos dos alunos do 12ºG no âmbito das disciplinas de Desenho A e de Oficina de Artes na Casa da Cultura de 22 de maio a 3 de junho. Casa da cultura

Exposições

Exposição “Pinturas”

Trabalhos desenvolvidos com diversas técnicas de pintura na disciplina de Oficina de Artes 12ºG.

Cartaz da autoria do aluno Bernado Botelho.

CONCURSOS

Resultados do Concurso de fotografia “Foco nas Artes”

Ensino Secundário

1ºPrémio, Viktoriya Terletska 11ºG – Reflexo da Arte.

2º Prémio , Marta Gaspar do Carmo Peres 11°G – Conversa entre espelhos.

3º Prémio, Jim Carinhas 12ºG – Red Portal

Ensino Básico

1º Prémio, Mariana Antunes 7ºA – Sol

2º Prémio, Helena Maria 7ºA – Natureza Viva.

Encarregados de Educação

1º Prémio, Emília Peres – Momento de Criação

Cidadania, Eventos, Leituras

MARIANA NUM MUNDO IGUAL

Clubes de Leitura, Comunicação, Leituras

Clube de Leitura

Encontro em linha com João Tordo  

 

Convidamos os CLE do secundário para um encontro em linha com o escritor João Tordo no dia 5 de maio, das 10h00 às 11h00. 

Inscrevam-se até 26 de abril no formulário CLE 5 de maio. Encontro em linha com João Tordo

O livro selecionado para esta sessão é A Mulher que Correu Atrás do Vento, editado pela Companhia das Letras, e presente no catálogo do PNL2027. 

As escolas já integradas no projeto CLE terão prioridade nesta inscrição, mas asseguraremos a participação de outras escolas até ao limite de 300 participantes/ligações. 

Os encontros em linha com escritores pretendem animar os Clubes de Leitura na Escola (CLE) ao longo do ano letivo.  

Caso necessitem de mais esclarecimentos, fico ao vosso dispor, desde já, agradecendo o vosso interesse. 

Cumprimentos cordiais, 

João Pedro Pereira 

PNL2027 

Sem categoria

Cantando Espalharei por Toda a Parte…

Catalogo de Poesia

https://view.genial.ly/60355d8e9d202513976dfbf9/interactive-image-cantando-espalharei-por-toda-a-parte
Sem categoria

Sessões de cinema para escolas

Entrada gratuita | marcações e informações: setcurtas@mun-setubal.pt

SESSÃO 3 | Cinema Charlot | 12 maio | às 10h30 e 14h30
O BANDO DOS CROCODILOS, Christian Ditter, Ficção, Alemanha, 2009, 96’
Público-alvo 2.º e 3.º ciclo, Secundário
https://zeroemcomportamento.org/o-bando-dos-crocodilos-no-cinema-europa/
Sem categoria

Sessões de cinema para escolas

Entrada gratuita | marcações e informações: setcurtas@mun-setubal.pt

SESSÃO 2 | Cinema Charlot | 21 abril | às 10h30 e 14h30
DESPERDÍCIO DESPERDIÇADO, Pedro Serra, (Documentário, Portugal, 84 min., 2017)
Público-alvo 3.º ciclo, Secundário, Universidade, Professores, Pais.
https://zeroemcomportamento.org/filmes/desperdicio-desperdicado/
Sem categoria

Sessões de cinema para escolas

Entrada gratuita | marcações e informações: setcurtas@mun-setubal.pt

SESSÃO 1 | Cinema Charlot | 10 março | às 10h30 e 14h30
WOMAN – MULHER, de Anastasia Mikova e Yann Arthus-Bertrand, (Documentário, França, 2019, 104’)
Público-alvo 3.º Ciclo e Secundário, Universidade
https://zeroemcomportamento.org/filmes/woman-mulher/
Sem categoria

Medi@ção

Entrega de trabalhos até 5 de abril

Do 1.º ciclo ao secundário, incluindo cursos EFA e cursos profissionais de escolas públicas ou privadas, todos os alunos ainda têm mais de um mês, para entregar os seus trabalhos ao concurso Media@ção.

Os temas desta edição, os formatos admitidos e demais especificações estão no Regulamento 2021-2022. No canal Youtube do concurso encontram-se alguns vídeos que podem ser úteis e inspiradores para a produção de novos trabalhos e a creditação das fontes. Consulte A linguagem audiovisualVídeos de apoio e as listas de premiados dos anos anteriores.

Qualquer esclarecimento adicional pode ser solicitado através do e-mailmedia@mail-rbe.org.

#liceu #biblioteca #esbocage #bibocage

Sem categoria

Mentorias

A biblioteca da escola disponibiliza o seu espaço para grupos de alunos dedicados e solidários, que se voluntariam para apoiar os seus colegas nas mais variadas áreas.

#liceu #esbocage #bibocage #biblioteca #mentorias #aprendizagem
Sem categoria

Dia do Amor, da Amizade e dos Afetos…

No dia 14 celebrou-se o São Valentim na BE com a colaboração dos alunos do 8ºano.

#liceu #biblioteca #esbocage #bibocage #sãovalentim
Sem categoria

Concurso Nacional de Leitura

Depois da prova oral, as nossas meninas passaram à fase intermunicipal. Força! Estamos todos convosco. Parabéns também ao Mário da Esc. Sec D. João II.

#biblioteca #CNL #liceu #bibocage #esbocage #concurso
Sem categoria

Concurso Nacional de Leitura

Parabéns Catarina do 10º e à Matilde do 12º por mais uma etapa vencida neste concurso. Vamos passar à fase oral amanhã pelas 16h na Biblioteca Municipal

Sem categoria

A maior flor do mundo“E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar? “

É com muito entusiasmo que anunciamos a data de ESTREIA do espetáculo teatro A maior flor do mundo, de José Saramago  24 fevereiro 2022.  . Porque perdem os crescidos, afinal, a capacidade de ser livre e de sonhar?

A Maior Flor do Mundo é o espetáculo encenado por Vasco Letria e coreografado por Paula Pinto (do Ballet Gulbenkian), dirigido a crianças, mas também a adultos, porque a beleza e a magia são uma linguagem universal.

A palavra. A música. A dança.
Estes serão os ingredientes para 40 minutos de espetáculo
Sem categoria

PALESTRA O liberalismo em Portugal

Escola Secundária Du Bocage
18 de fevereiro de 2022, 10h15 | 11º H

ORADOR CONVIDADO:
PEDRO URBANO

#liceu #bibocage #palestra #historia #ESBocage #biblioteca

Sem categoria

Tour de Force – TB&WB

24 e 25 de março | 15h00 | A Gráfica – Centro de Criação Artística

Para escolas secundárias + conversa no final

Mediante inscrição através do email: digepe@mun-setubal.pt

#liceu #ESBocage #bibocage #arte